CIDADE SOMBRIA

 

Apresentação

Um personagem decadente caminha por becos e vielas, respirando o ar morno da noite goianiense e provocando latidos de cães sarnentos por onde passa. Aqui, não há clima para chapéu ou sobretudos, mas cigarros e bebidas baratas são combustível universal para estes seres que perambulam por aí com os bolsos carregados de ódio, medo, frustração, descrença e certa dose de desejo por vingança. As armas? Não muitas. Um personagem solitário enfrenta com os dentes e os punhos as desgraças de uma cidade que o ameaça devorar a cada esquina ou página virada. Tudo isso soa familiar? Ou apenas clichê?

 

A atmosfera sombria dá o tom de Goiânia (mesmo quando o sol está rachando e o termômetro marca seus 30 e tantos graus). Nesta cidade planejada, as coisas não saem exatamente como a gente gostaria. E se a metrópole até tem seu charme e seu encanto, há também uma enxurrada de sordidez que não pode ser varrida para debaixo do concreto. Goiânia é mais do que a capital goiana: é a cidade do acidente radiológico do césio 137; a cidade do sertanejo (e do rock, do rap...); a sede do poder político do Estado (consegue sentir o cheiro de corrupção?); uma das cidades com maiores índices de violência e assassinatos do Brasil; mas também uma cidade cuja população eventualmente se rebela contra as (péssimas) condições de educação e transporte públicos, falta de moradia... Goiânia é tudo isso e muito mais.

Ninguém pode falar que ama (ou odeia) uma cidade (a sua cidade?) sem encará-la no fundo dos olhos. Viver uma cidade é deparar-se com o que há de melhor e pior neste ambiente; enxergar o patético onde aparentemente estão os felizes e vencedores e buscar a beleza no que há de mais imundo e desprezível. Existem muitas formas de alcançar uma visão complexa de cidades e da alma humana. Uma delas é a literatura. E não é por menos que a literatura policial aglutina legiões e legiões de fãs há mais de um século, tornando esse (quase) gênero literário o mais popular do século XX. É por isso que estamos aqui, em Goiânia, falando de literatura policial, de noir e de CIDADE SOMBRIA. Mas este é apenas um ponto de partida.

 

 

CIDADE SOMBRIA (Projeto)

CIDADE SOMBRIA é um projeto idealizado pelo jornalista, roteirista e professor universitário Adérito Schneider a partir de leituras e reflexões sobre o conceito de noir. A proposta é a realização de um evento literário sobre literatura noir (CIDADE SOMBRIA: GOIÂNIA E LITERARIA NOIR); um concurso literário de contos noir; e, finalmente, o lançamento de um livro (CIDADE SOMBRIA) de contos noir ambientados em Goiânia e escrito por diversos escritores goianos. O projeto está sendo realizado pelas produtoras IDEIA DE GIRINO e MMARTE PRODUÇÕES, com o apoio cultural do Fundo Estadual de Cultura do Estado de Goiás.

 

 

CIDADE SOMBRIA: GOIÂNIA E LITERATURA NOIR

Nos dias 12 e 13 de abril de 2017, na Vila Cultural Cora Coralina, no centro de Goiânia, com entrada gratuita, será realizado o evento literário Cidade Sombria: Goiânia e Literatura Noir, com palestras dos goianos Adérito Schneider e Márcio da Paixão Jr. e com os escritores de renome nacional Flávio Carneiro e Paulo Scott, ambos premiados autores que se aventuram pela literatura noir.

A proposta do evento é discutir literatura e o conceito de noir, buscando compreender a historicidade da literatura policial desde o século XIX até o presente século XXI, levando sempre em consideração as especificidades deste “gênero” literário no Brasil. Assim, o objetivo é que os participantes possam não apenas discutir literatura (e cinema, quadrinhos, etc), mas também prepararem-se para a escrita de contos inéditos do “gênero” noir ambientados em Goiânia, que poderão ser publicados na antologia Cidade Sombria. Na ocasião do evento, será realizado também o lançamento de um concurso literário.

 

 

CONCURSO LITERÁRIO

O projeto Cidade Sombria conta com um concurso literário voltado para escritores goianos (nascidos e/ou radicados em Goiás), com seleção de contos inéditos de narrativas noir ambientadas na cidade de Goiânia. Além de premiação em dinheiro, os vencedores terão seus trabalhos publicados na antologia Cidade Sombria, que reunirá autores consagrados, amadores e iniciantes.

 

CIDADE SOMBRIA (Obra Literária)

O principal objetivo do projeto  CIDADE SOMBRIA é a publicação de um livro de contos inéditos escritos por autores goianos com narrativas noir ambientadas na cidade de Goiânia. Reunindo escritores consagrados e iniciantes, de diversas idades, entre homens e mulheres, a obra Cidade Sombria publicará obras dos autores Adele Lazarin, Ademir Luiz, André de Leones, Bariani Ortêncio, Edem Ortegal, Edival Lourenço, Eugênia Fraietta, Fernanda Marra, Heleno Godoy, Jamesson Buarque, Jarleo Barbosa, Ludielma Laurentino, Luis Maldonalle, Luiz Fafau, Marcelo Ferraz de Paula, Márcia Deretti, Márcio Jr., Miguel Jorge, Pablo Kossa, Pedro Novaes, Rafael Saddi, Thiago Camargo, Valdivino Braz e Adérito Schneider, idealizador do projeto. Além disso, há participação dos vencedores do concurso literário: Divino Rufino, Edivaldo Ferreira, José M. Umbelino Filho e João Paulo Lopes Tito.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now